Ubuntu Notícias

Administradora Lucélia Muniz

Nova Olinda-CE

Meu chão cearense

Biblioteca

"A leitura de um bom livro alimenta a alma e engrandece nossas emoções"

Coleção de Moedas

Moedas antigas e atuais

Família

Maria Constância da França Muniz

domingo, 28 de maio de 2017

Confira a programaçao da Expocrato 2017 em sua 66ª edição

A maior exposição do Norte/Nordeste já têm data marcada e grande parte dos shows confirmados!

A 66ª edição da Expocrato terá em sua programação a exposição de animais, comidas típicas, desfiles, leilões e muito mais. Os tracionais shows, ocorrem durante os oito dias de festa com uma mistura ritmos que envolve os maiores artistas do cenário nacional e regional.

Confira as atrações confirmadas:
Wesley Safadão
 Jorge e Mateus
Aviões do Forró
Ciel Rodrigues
Matheus e Kauan
 Sorriso Maroto
 Gusttavo Lima
 Ivete Sangalo
 Léo Santana
 Junior Vianna
 Bell Marques
 Gabriel Diniz
 Tayrone
 Márcia Fellipe
 Jonas Esticado

A Expocrato - Exposição de Animais e Produtos Derivados da Cidade de Crato acontece no Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante de 09 a 16 de julho!

Para conferir a programação clique AQUI.

Fonte: Agendas e Festas

Filme – A Linguagem do Coração (baseado numa história real)

Data do lançamento 17 de março de 2016 (1h 35min)
Direção: Jean-Pierre Améris
Gêneros Biografia, Drama
Nacionalidade França
Classificação livre

Final do século XIX, França. Marie Heurtin (Ariana Rivoire) é uma moça que nasceu cega e surda. Vivendo em seu próprio mundo, sem conseguir se comunicar, o pai dela a manda para um convento que cuida de crianças surdas. Entretanto, devido à falta de condições para tratá-la, a madre superiora (Brigitte Catillon) a recusa. Graças à insistência da freira Marie Margueritte (Isabelle Carré), que diz que pode cuidar dela apesar de seu problema de saúde, a madre superiora volta atrás em sua decisão. Só que fazer com que Marie aprenda questões básicas de higiene e convívio com outras pessoas não é uma tarefa nem um pouco fácil. Juntas, elas vão encontrar uma forma de comunicar que libertará a pequena Marie da "escuridão" de onde nunca tinha sido capaz de sair. Realizado por Jean-Pierre Améris ("Românticos Anónimos"), um filme dramático sobre a força do amor e a capacidade de superação, que se inspira na verdadeira história de Marie Heurtin.

Veja o trailer

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Documentário ‘Nunca me sonharam’ reflete sobre o valor da educação

Os desafios do presente, as expectativas para o futuro e os sonhos de quem vive a realidade do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil. Na voz de estudantes, gestores, professores e especialistas, ‘Nunca me sonharam’ reflete sobre o valor da educação.

O Ensino Médio é notadamente um dos gargalos da educação brasileira. Alguns de seus desafios podem ser traduzidos em números: há 1,6 milhão de adolescentes de 15 a 17 anos fora da escola; destes, 10%, em média, não estudam, nem trabalham.

No entanto, a etapa também tem que lidar com uma tarefa igualmente urgente, só que de natureza mais subjetiva: qualificar o ensino e torná-lo mais significativo aos adolescentes, o que passa por conhecer a realidade das juventudes em profundidade.

É sobre este cenário que o documentário “Nunca me Sonharam”, uma iniciativa do Instituto Unibanco, dirigido por Cacau Rhoden e produzido pela Maria Farinha Filmes se debruça. O longa metragem se propõe a fazer uma análise do Ensino Médio a partir da interlocução com estudantes, que são convidados a falar dos sonhos, expectativas e dificuldades que levam diariamente para a escola.

Em uma hora e meia, é possível conhecer a experiência de 70 personagens, entre os quais também figuram educadores e especialistas em educação. Conforme a narrativa se costura, se evidencia a necessidade de que o sistema educacional se comprometa com a transformação da vida dos adolescentes.

Onde assistir
O documentário será exibido durante a 4ª edição do Festival Ciranda de Filmes, em São Paulo. O filme chega ao circuito comercial de cinema no dia 8 de junho em São Paulo e Rio de Janeiro, e deve oferecer sessões gratuitas no primeiro final de semana.
Já na semana que antecede a estreia nos cinemas, de 1 a 7 de junho, o documentário também fica disponível para educadores de todo o Brasil na plataforma VIDEOCAMP.

Confira o trailer do filme:
Direção:​ Cacau Rhoden
Produzido por:​ Marcos Nisti, Estela Renner e Luana Lobo
Produção Executiva:​ Juliana Borges
Roteiro:​ Tetê Cartaxo, André Finotti e Cacau Rhoden
Argumento:​ Tiago Borba, Ricardo Henriques e Cacau Rhoden
Direção de Fotografia:​ Janice D`Avila e Carlos Firmino
Montagem:​ André Finotti
Música:​ Conrado Goys
Desenho de som​: Beto Ferraz
Coord. de pós produção: ​Geisa França
Produtora:​ Renata Romeu
Assist. de direção: ​Camila Gentile
Estratégia de distribuição​: Luana Lobo e Marcos Nisti
Distribuição:​ Maria Farinha Filmes e VIDEOCAMP


Via Rede Social da Maria Farinha Filmes

Felipe de Lima, 17 anos, é aluno do EEFM Padre Luis Filgueiras, Nova Olinda/CE e (alerta de spoiler) personagem que inspirou o nome do filme #nuncamesonharam Ele veio para a pré-estreia que aconteceu hoje no @cirandadefilmes e no bate-papo com os realizadores mandou um cordel que dá a letra da situação do ensino público no Brasil, mostrando toda a força criativa e realizadora da nossa juventude.
#educarégarantirdireitos “Nunca Me Sonharam” é uma produção Maria Farinha apresentado pelo Instituto Unibanco @jovemdefuturo
 

terça-feira, 23 de maio de 2017

A diferença entre homens e mulheres em cargos de gestão por Sandro Franco

Desde crianças, ouvimos que homens e mulheres são diferentes. Hoje, boa parte do mito já se desfez, mas não completamente. Pela minha experiência como executivo durante mais de 35 anos, afirmo que, pelas próprias características masculinas e femininas há, sim, diferenças na forma de agir. A mulher foi mais acostumada, nas épocas passadas, a permanecer na tribo e interagir enquanto o homem saía para caçar.

O cérebro feminino é mais preparado para conversar com outras pessoas, perceber emoções, lidar com o grupo, ter a atenção distribuída, enquanto o homem foi treinado por séculos para ter uma visão espacial aprimorada (precisava se mexer na selva, jogar sua arma enquanto a presa se movia), a ter sua atenção focada, a decidir. Logo, suas habilidades serão diferentes na hora do trabalho. Claro que nem todos são assim, mas é a tendência natural.

No entanto, também pela minha experiência de anos de relacionamento com pessoas no mundo corporativo, entendo que, cada pessoa cria afinidades com determinadas habilidades ou competências ao longo da vida e nada impede que novas aptidões sejam desenvolvidas no curso de sua jornada profissional. Sejam homens ou mulheres no exercício de qualquer função.

Conheço inúmeras pessoas que, em busca de um objetivo, aprenderam novas formas de trabalhar, se capacitaram e hoje executam suas novas funções com maestria.

Por isso, é importante que as empresas tenham uma cultura de diversidade que ofereça condições iguais a todos. Desta forma, garantem que terão sempre os melhores talentos se desenvolvendo, no melhor ambiente possível.

A pesquisa abaixo mostra um pouco do panorama no Brasil
Pesquisa recente divulgada pela Catho Online revelou que a participação da mulher no mercado de trabalho está crescendo em diversos segmentos, inclusive nos cargos de direção em grandes organizações. O estudo também aponta que, com relação à área de atuação, as mulheres apresentam maior participação em Recursos Humanos (73%), Educação (62%) e área Administrativa (60%).  Já as áreas de Tecnologia e Industrial/Engenharia, por sua vez, continuam sendo as áreas com menor índice de atuação feminina, com 16% e 20%, respectivamente.

Sandro Franco

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Em parceria com a UFC, Seduc lança mais uma turma de mestrado exclusiva para professores da rede estadual

Com o objetivo de estimular a qualificação profissional dos educadores e incentivar o aperfeiçoamento da Educação, o Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), em parceria com a Universidade Federal do Ceará, lançou, na manhã desta segunda-feira (22/05), o edital para uma turma exclusiva no curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática. 

O processo de seleção ofertará 30 vagas destinadas aos professores efetivos e detentores de função da rede pública estadual de ensino da capital e do interior, que terão a pós-graduação financiada nos termos da Lei n° 16.157 de 26 de dezembro de 2016. As inscrições seguem até o dia 17 de junho de 2017.

O processo seletivo é composto de três etapas de caráter eliminatório e classificatório, contendo prova escrita de avaliação do conhecimento, pré-projeto e análise do Curriculum Lattes. Poderão inscrever-se os portadores de diploma de Bacharelado ou Licenciatura em Matemática, Física, Química e Biologia. O candidato deverá preencher o formulário eletrônico disponível no caminho: http://www.si3.ufc.br/sigaa/public (aba processos seletivos stricto sensu) e imprimir o comprovante de inscrição gerado pelo sistema. O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 29 de julho de 2017.

O Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática tem duração de dois anos. As aulas acontecerão, semanalmente, às sextas-feiras (no horário de 18h às 22h) e aos sábados (de 8h às 17h), no Campus do Pici – UFC, Centro de Ciências. O início do período letivo será em 16 de agosto de 2017.

Esta é a terceira pós-graduação ofertada para os professores da rede estadual. Em dezembro, foi lançado um edital com 30 vagas para o Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas (Específica para Tecnologia Social – Seduc) da Universidade Estadual do Ceará (Uece). No início de maio, foi aberta seleção para oferta de 35 vagas para os docentes no Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFF).


O secretário da Educação destaca o simbolismo da parceria do Governo do Ceará com a UFC para promover um mestrado na área de ciências voltado aos professores da rede estadual. “Esta é uma iniciativa pioneira e de extrema relevância do Governo do Ceará. É uma promessa que o governador Camilo Santana fez aos professores e que está se concretizando agora com o objetivo de promover a valorização profissional e a qualificação dos professores, buscando com isso melhorar o nível de educação da rede pública do Ceará. Essa formação vai garantir que isso possa repercutir em ações de qualidade na sala de aula”, destacou o secretário da Educação, Idilvan Alencar.

Veja o EDITAL e o ADITIVO.

Via Governo do Estado do Ceará.

Sesc homenageia “Mulheres de Fibra” no Crato

Em reconhecimento a mulheres que desenvolvem relevantes trabalhos sociais nas comunidades do Crato, o Sesc, braço social do Sistema Fecomércio-CE, realiza a 14ª edição do projeto Mulher de Fibra. A iniciativa acontece na sexta-feira (26), às 19h, no Teatro Sesc Adalberto Vamozi.
Na ocasião,11 pessoas são agraciadas com o título Mulher de Fibra.

Ana Célia de Carvalho Silva - Mesa Brasil
Ana Gomes de Sousa Silva (Naninha) - Mestra da Cultura Popular | TSI Scan
Antonia Ladislau de Sousa - Educação
Cicera Pequeno de Souza - Empresária
Darci Maria Loiola de Alencar Brasil - TSI Sesc
Francisca Ferreira da Silva - Comerciária
Iracema Mariano de Amorim - Saúde
Jannayna Lima Sales Nobre - Defensoria Pública
Lúcia Pedro de Oliveira - TSI Centro Pastoral Coração de Jesus
Maria de Fátima Alves de Lima - Produtora Rural | STTR
Valéria Gercina das Neves Carvalho - Grunec - Movimentos Sociais

SERVIÇO
14º Mulher de Fibra - Crato
Local: Teatro Sesc Adalberto Vamozi (Rua André Cartaxo, 443)
Data: 26/5
Horário: 19h
Informações: (88) 3586.9150

Sobre laços de Família


Talvez a vida seja isso,
Como pétalas, tão frágeis,
E, ao mesmo tempo, tão vivas.

Com cores vibrantes, às vezes,
Ainda que não entendamos
Os mistérios da vida.

É possível comparar
As raízes que se alimentam da seiva
E que mantém acessa.
E, como diriam alguns pesquisadores,
Nutrem também as árvores que cerceiam.

Não sei onde começa o mistério da vida,
Nem onde termina.
Mas, no encontro, no toque,
Tudo isso é magia.

Do olhar vazio,
Das palavras desencontradas,
A memória perdida,
Mas, ao mesmo tempo,
O alento do encontro, da chegada.

O acalento, o abraço, o afago,
Que substitui palavras,
As memórias perdidas.

Talvez de tudo isso mesmo o que conta,
Seja o instante, a Vida!

Lucélia Muniz
21 de maio de 2017