sábado, 2 de fevereiro de 2013

02 de Fevereiro – Dia de Nossa Senhora das Candeias

Nossa Senhora da Luz, Nossa Senhora da Candelária, Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora da Apresentação e Nossa Senhora da Purificação são títulos sinônimos pelos quais a Igreja Católica venera a Virgem Maria. Sob essas designações, é particularmente cultuada em Portugal, apesar de o surgimento do culto ter sido nas Ilhas Canárias, na Espanha.
A origem da devoção à Senhora das Candeias tem os seus começos na festa da apresentação do Menino Jesus no Templo e da purificação de Nossa Senhora, quarenta dias após o seu nascimento (sendo celebrada, portanto, no dia 2 de Fevereiro). De acordo com a tradição mosaica, as parturientes, após darem à luz, ficavam impuras, devendo inibir-se de visitar ao Templo até quarenta dias após o parto; nessa data, deviam apresentar-se diante do sumo-sacerdote, a fim de apresentar o seu sacríficio (um cordeiro e duas pombas ou duas rolas) e assim purificar-se. Desta forma, José e Maria apresentaram-se diante de Simeão para cumprir o seu dever, e este, depois de lhes ter revelado maravilhas acerca do filho que ali lhe traziam, teria-lhes dito: «Agora, Senhor, deixa partir o vosso servo em paz, conforme a Vossa Palavra. Pois os meus olhos viram a Vossa salvação que preparastes diante dos olhos das nações: Luz para aclarar os gentios, e glória de Israel, vosso povo» (Lucas, 2, 29-33). 
Com base na festa da Apresentação de Jesus / Purificação da Virgem, nasceu a festa de Nossa Senhora da Purificação; do cântico de São Simeão (conhecido pelas suas primeiras palavras em latim: o Nunc dimittis), que promete que Jesus será a luz que irá aclarar os gentios, nasce o culto em torno de Nossa Senhora das Candeias, cujas festas eram geralmente celebradas com uma procissão de velas, a relembrar o facto.
Neste dia, como é tradição aqui no interior, acendemos uma vela ao anoitecer nas janelas de nossas casas para saldar Nossa Senhora das Candeias.
Candeia é uma palavra portuguesa que quer dizer vela, e que era muito usada antigamente antes da luz elétrica. Faziam-se candeias de cera ou de pavio, embebido no azeite.
Mas, por que acender velas? Em parte Já tivemos a resposta quando associamos a vela à luz, e a luz a Cristo, luz do mundo. A vela acesa seria um símbolo de nossa fé em Jesus. Além disso, existem outros significados piedosos, como se a vela que eu acendo, de modo especial num Santuário, significasse o meu desejo de estar ali para sempre, brilhando diante de Deus, como uma verdadeira consagração, uma promessa, um voto de fidelidade.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por visitar meu Blog!!!