domingo, 29 de junho de 2014

Projeto Recortes da Literatura Nordestina: dos livros impressos aos e-books

EEEP Wellington Belém de Figueiredo
Projeto Recortes da Literatura Nordestina:
dos livros impressos aos e-books

Professora: Lucélia Muniz da França
Laboratório Educacional de Informática - LEI

Apresentação
A literatura é a abertura maior da imaginação, pois é através dela que os autores abrem seus corações...
Esta troca entre autor e leitor é que faz a magia da leitura, pois os textos são escritos sem destino certo, e acabam fazendo milagres onde quer que cheguem.
Os autores nordestinos, em sua grande maioria, cresceram ouvindo o Cordel, e por isso, sofreram grande influência deles, valendo-se de suas rimas, suas estratégias de criação, seu vocabulário e muitos outros.
Os mais famosos deles são Patativa do Assaré, representante da Literatura de Cordel e ainda outros, que têm o gênero literário diferenciado como Graciliano Ramos, que como ninguém, soube retratar as agruras vividas pelo povo nordestino em seu célebre romance Vidas Secas.
Além deles ainda podemos citar Jorge Amado, que mostrou a verdadeira face da Bahia, e ainda a beleza e a sensualidade da mulher brasileira em todos os seus romances, principalmente em Gabriela.
Também representantes femininas descreveram o nordeste e seu povo, como Rachel de Queiroz e autores mais tradicionais como José de Alencar, Aluízio Azevedo, Gonçalves Dias, e ainda muitos outros.
A Literatura Nordestina merece todo apreço, pois nos deixou inúmeros representantes que enriqueceram ainda mais a Literatura Brasileira.

Justificativa
Através do Projeto Recortes da Literatura Nordestina pretendemos utilizar livros da Literatura Nordestina para estimular a produção textual contextualizada em sala de aula. Tais produções passam a compor um acervo de uma Biblioteca virtual da Escola. Utilizando-se da Plataforma ISSUU será possível transformar os textos produzidos em e-books. Sendo os mesmos disponíveis para hospedagem em redes sociais e blogs. Sabendo estabelecer a diferença entre uma carta e um e-Mail, certamente, por analogia, saberemos que livros e e-Books se encaixam no mesmo conceito. Termo de origem inglesa, e-Book é uma abreviação para “electronic book”, ou livro eletrônico: trata-se de uma obra com o mesmo conteúdo da versão impressa, com a exceção de ser, uma mídia digital.
Quanto a ISSUU esta é a mais rápida plataforma de publicação digital que mais cresce no mundo. Criada por um grupo de geeks apaixonados pela indústria editorial, ISSUU cresceu e se tornou uma das maiores redes de publicação no planeta.
Neste contexto, o aluno deve ser considerado como produtor de textos, aquele que pode ser entendido pelos textos que produz e que o constituem como ser humano. O texto só existe na sociedade e é produto de uma história social e cultural, único em cada contexto, porque marca o diálogo entre os interlocutores que o produzem e entre os outros textos que o compõem. O homem visto como um texto que constrói textos.

Objetivo Geral
- Identificar e analisar dados sobre as competências desenvolvidas no ensino de literatura em sala de aula, dando a oportunidade do aluno ter contato com a experiência cultural que emana da Literatura Nordestina e toda sua riqueza expressiva, quanto à articulação de várias linguagens – verbal oral, verbal escrita, musical e visual e quanto aos diversificados temas que a abordam.

Objetivos específicos
- Melhorar a leitura e a escrita dos alunos envolvidos no Projeto;
- Incentivar a leitura de obras da Literatura Nordestina, fomentando a valorização de nossa identidade cultural e social;
- Produzir e-books a partir dos textos desenvolvidos em sala de aula;
- Criar a Biblioteca Virtual da Escola;
- Disponibilizar os e-books oriundos do Projeto como incentivo e fonte de Leitura.

Parceiros envolvidos no Projeto
- Alunos das Turmas de Ensino Médio da EEEP Wellington Belém de Figueiredo;
- Professores e Núcleo Gestor;
- Colaboradores externos.

Ambientes de Aprendizagem envolvidos no Projeto
- Sala de Aula;
- Laboratório Educacional de Informática-LEI;
- Laboratório de Línguas;
- Biblioteca.

Avaliação das Atividades do Projeto

- Observar o desempenho e envolvimento dos alunos nas atividades propostas, bem como, a melhoria de sua aprendizagem ao longo do Projeto.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por visitar meu Blog!!!