sábado, 28 de março de 2015

Mulheres que inspiram – Jéssica Silva

A décima nona homenageada da Série Mulheres que inspiram é Jéssica Silva.
Jéssica Silva
Ensino Superior Incompleto;
Secretaria de Educação de Potengi-CE.

ENTREVISTA
Lucélia Muniz - Dentro do contexto atual, na sua opinião, quais as principais conquistas alcançadas pelas mulheres?
Jéssica Silva - Sei que conquistamos espaço no mercado de trabalho, nos estudos, principalmente no ensino superior onde muitas mulheres não passavam do ensino fundamental. Batalhamos também para ocupar profissões que normalmente só tinham homens. Hoje podemos optar por ter ou não filhos, pois existem vários métodos contraceptivos para evitar. Porque sabemos que muitas pessoas, principalmente homens que viam a mulher apenas como dona do lar, para cuidar da casa e ter filhos, e hoje isso foi conquistado. Temos a liberdade de escolher a profissão que queremos seguir, a quantidade de filhos que queremos ter. Conquistamos também a punição para violência contra às mulheres. Esses foram apenas alguns exemplos do que conquistamos até hoje. Temos muito o que conquistar, pois ao meu ver ainda há desigualdade na sociedade, o pré conceito não vem apenas dos homens, mas das próprias mulheres em si.

Lucélia Muniz - E você, qual sua principal conquista enquanto mulher?
Jéssica Silva - Sei que tenho muito o que conquistar, mas creio que a principal agora é a liberdade de seguir a minha opção de trabalho para o momento.

Lucélia Muniz - Em pleno século XXI, quais situações ainda são enfrentadas pelas mulheres? Seja na questão de gênero, na falta de políticas públicas e/ou no contexto socioeconômico.
Jéssica Silva - Algumas mulheres conseguiram ter uma boa formação e uma colocação confortante em relação a finanças. Mas, em pleno século XXI, a dificuldade de ter um trabalho que ela goste e tenha uma boa remuneração é bem complicada. E isso é algo que iremos enfrentar por um bom tempo.

Lucélia Muniz - E como a Educação pode ser usada como uma “arma” no combate a estas situações?
Jéssica Silva - Por muito tempo eram ensinados aos filhos que os homens mandam, sustentam a casa, e as mulheres cuidam dos filhos e seus afazeres dentro da casa. Por isso ainda não é estranho ouvir alguém seja idoso ou jovem dizer “isso é coisa de homem” ou “isso é coisa de mulher”. Antigamente não só na casa da família, mas nas escolas também era ensinado isso, e hoje podemos mudar. Dentro da própria escola podemos dar tarefas a ambos e mostrar que tanto um como o outro podem fazê-las. Uma das opções e que deixaria claro ao aluno e aluna seria nas aulas práticas de educação física, por exemplo. Fazer atividades que possam trabalhar juntos e isso fará com que a criança entenda que todos podemos e somos iguais.

Lucélia Muniz - Deixe-nos uma mensagem neste Dia Internacional da Mulher.
Jéssica Silva - A beleza de uma Mulher
A beleza de uma mulher não está nas roupas que ela usa, na imagem que ela carrega, ou na maneira que ela penteia os cabelos. A beleza da mulher tem que ser vista a partir dos seus olhos, porque essa é a porta para o seu coração, o lugar onde o amor reside. A beleza da mulher não está nas marcas do seu rosto. Mas a verdadeira beleza numa mulher está refletida na sua alma, está no cuidado que ela amorosamente tem (pelos outros), a paixão que ela demonstra. E a beleza de uma mulher com o passar dos anos, apenas cresce! Parabéns para você Mulher, nesse seu Dia Internacional da Mulher!

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por visitar meu Blog!!!