segunda-feira, 25 de maio de 2015

Top 10 razões pelas quais a eutanásia não é a solução

Em décadas recentes, aumentaram os debates sobre a eutanásia, a prática de acabar com a vida de uma forma indolor. Uma das maiores controvérsias que cercam a questão, é se deve ou não ser legalizada. Os defensores da eutanásia exigem que a mesma seja legalizada, por ajudar os pacientes sem esperança a terminar o sofrimento deles.
E acreditam que as pessoas têm o direito de fazer o que quiser com o corpo delas, até se isso significa acabar com suas vidas para impedir a dor. Mas os oponentes da prática argumentam que ela deve ser banida. A prática da eutanásia tem muitos resultados indesejáveis e prejudiciais.

10. Eutanásia é assassinato

A eutanásia, que vem da palavra grega eu thanatos, significando morte boa ou digna, é o ato consciente de terminar com a vida por retenção de tratamento necessário, a eutanásia passiva.
Ou realizar um procedimento que causa diretamente e rapidamente a morte, a eutanásia ativa. Embora vistas por alguns como benéficas, a eutanásia passiva e ativa são consideradas imorais, pecaminosas, e na mesma categoria do aborto, um assassinato. No Brasil é crime, considerado homicídio.


09. Eutanásia dá poder de matar aos médicos

Os médicos estão habilitados para eutanásia. E isso dá a eles a oportunidade de brincar de Deus e a maioria dos médicos, principalmente aqueles que consideram sua profissão como uma ocupação e não uma paixão, aproveitará esta oportunidade. Isto é especialmente real para aqueles indivíduos sem escrúpulos.


08. Eutanásia destrói a confiança do paciente na profissão médica

Os médicos são as pessoas para os que estão doentes, e fracos e sentindo dor recorrerem como fonte segura. São indivíduos de confiança importantes para orientação e aconselhamento sobre a saúde.
Todos os acham que eles têm poder de curar e salvar vidas. Afinal, é o objetivo principal deles, salvar e não fazer mal. Então a seguinte situação é para refletir, de estar doente, e encontrar o médico de confiança realmente a praticar a eutanásia. 

07. Eutanásia enfraquece a pesquisa médica

Compreendemos o motivo de algumas pessoas desejarem se matar. A dor é, em algumas vezes, é demais ao ponto que não é mais suportável para quem está sofrendo.
Mas, uma coisa que muitas pessoas, especialmente aqueles que apoiam a eutanásia, devem perceber que há uma cura para doenças, não importa o quanto pior elas sejam. Mesmo que algumas não sejam ainda descobertas, com o tempo, se tornarão disponíveis. Definitivamente, a eutanásia não é a solução para o enfermo.


06. Legalização da eutanásia envia uma mensagem de que a vida não vale a pena

Os defensores da eutanásia costumam dizer que a eutanásia é uma forma de morrer com dignidade. Mas isto está errado. A eutanásia está matando e destruindo uma vida.
Aceitar que a vida traz, tão bem como lutar até o final, não importa o quanto difícil ou dolorosa, a batalha seja, e esperar pela morte chegar naturalmente é como realmente acontece a morte digna.


05. Legalização da eutanásia muda a consciência pública

A lei é uma ferramenta poderosa que pode ser usada para mudar as crenças das pessoas, comportamento e consciência. Quando uma prática se torna legal e amplamente aceita, a mesma se transforma correta aos olhos da sociedade. Matar jamais deve ser o método correto.

04. Legalização da eutanásia leva a mais e mais matança

Os opositores da eutanásia argumentam que a legalização da mesma levaria a sociedade abaixo, uma ladeira escorregadia perigosa. Uma vez que a eutanásia seja legalmente permitida, as pessoas começarão a concordar que o suicídio é a solução legítima para os problemas da vida.


03. Eutanásia encoraja as pessoas vulneráveis a terminar com suas vidas

Os defensores da eutanásia promovem a legalização por acreditarem que seja uma forma de proteger as pessoas vulneráveis da morte injusta e oferecer aos pacientes a morte com dignidade desejada e pacífica.
Os opositores da prática contrariam isto com a defesa de que a legalização da eutanásia não protege as pessoas vulneráveis, mas sim pressiona os mesmos a tomar decisões unilateralmente. Suicídio continua sendo suicídio, não importa se é assistido ou não.


02. As pessoas que solicitam a morte de misericórdia realmente não desejam morrer

Em momentos difíceis, especialmente na presença da morte, os pacientes são altamente vulneráveis. Eles não têm o conhecimento e força para compreender totalmente a situação deles, o que geralmente afeta suas decisões.
Muitas pessoas pensam que a principal razão de pacientes procurarem por eutanásia, é por causa da dor associada com a doença, mas a verdade é que se trata do medo do desconhecido.


01. Eutanásia é desnecessária, há muitas alternativas melhores

As pessoas acreditam que na situação de ser diagnosticado com uma doença terminal, apenas há 2 escolhas, ou morrer lentamente em dor, ou morrer rapidamente com eutanásia.
E poucos sabem que há outra opção que as pessoas doentes podem escolher, sendo constituída de amor e carinho competente. O maior medo das pessoas diagnosticadas com doença não é a dor física, mas o medo de serem vistos como um encargo e abandonados pelas suas famílias.

FONTE: TOP 10+

Um comentário:

  1. Boa postagem, Lucélia. Há a acentuar, além de tudo, que vida é dom e graça de Deus, cujos desígnios tantas vezes não compreendemos e nem aceitamos, se não pela fé. Parabéns!. Abraço.

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar meu Blog!!!