domingo, 2 de abril de 2017

Filme - Para Sempre Alice

Data do lançamento 12 de março de 2015 (1h 39min)
Diretor: Richard Glatzer, Wash Westmoreland
Elenco: Julianne Moore, Alec Baldwin, Kristen Stewart |
País de origem: EUA/França
Gênero Drama
Não recomendado para menores de 12 anos

Adaptado do romance de Lisa Genova “Para Sempre Alice” (Ediouro), o longa-metragem homônimo conta a história da renomada linguista Alice Howland, bem casada e mãe de três filhos, que aos 50 anos começa a esquecer as palavras e logo descobre sofrer de Alzheimer de Instalação Precoce. 

Por Juliana Varella
Depois de algumas visitas ao neurologista, Alice descobre que tem um tipo raro de Alzheimer – um tipo genético, que, além de atacar muito mais cedo que o comum, pode estar adormecido em um dos seus filhos. Dói só de pensar, não? Espere, fica pior.

A doença não transforma seu portador de uma hora para a outra, mas evolui lentamente e traiçoeiramente. Alice, portanto, tem consciência de seus erros e seus esquecimentos e sente-se humilhada por eles – afinal, sua identidade era a de uma mulher extremamente culta e segura. Agora, sua fala está cada vez mais confusa, ela não consegue encontrar o caminho do banheiro e teme o dia em que esquecerá o nome da filha mais velha.

O filme tem o mérito de não escolher a tragédia como ponto final, mas sim inicial: o Alzheimer serve de gatilho para a discussão de temas universais como a noção de identidade, a percepção do outro, a adaptação da família, o amor incondicional e valores que muitas vezes deixamos de questionar, como o dinheiro e o estudo.

É certo continuar priorizando o trabalho diante da perda iminente de alguém? É certo, por outro lado, abandonar a rotina para esperar a evolução natural da doença? Como continuar sendo Alice, quando Alice não se reconhece mais? “Para Sempre Alice” consegue evitar o melodrama intrínseco das histórias de enfermidades e mostrar um outro lado da situação – mais verdadeiro e mais difícil. Porque encarar a mudança pode ser mais duro do que enfrentar a perda, mas, no processo, aprende-se que, mesmo sem a memória e sem a articulação que antes a definiam, a vítima de Alzheimer continua viva, continua humana e continua amando e sendo amada.

Trailer

Para Sempre Alice - filme completo dublado

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por visitar meu Blog!!!