domingo, 16 de abril de 2017

Pedras que Encantam o Mundo

 Autora: LAUDECY FERREIRA
Livro: Pedras Que Encantam o Mundo-p.1

Ao sopé da Serra do Araripe,
ao som da fonte do Olho d’água,
no olhar atento e sábio da coruja,
nas entranhas da beleza dos fósseis da Pedra Cariri,
no tocar do vento nas folhas dos cajueiros de Neco Trajano,
surge Tapera, fruto dos índios Kariris

e do aboio dos vaqueiros e fazendeiros
que ali encontravam aconchego e hospedagem.
E nesse berço acolhedor,
em missão religiosa,
vindo da cidade de Olinda Pernambuco,
Frei Enrile na inspiração divina,
contemplando a natureza,
às margens do Rio Cariús,
ergue a capela de São Sebastião

e, a partir de então, Nova Olinda passa a se chamar
as terras daquele lugar.

Nova Olinda e a natureza
seguem lado a lado a trilhar,
e em 14 de abril de 1957
nas sociais e sábias ações
de Antonio Jeremias Pereira,
ela veio a se emancipar
e a festa a completar
com o balar e recitar da Lapinha e do Pastoril
de Isaira e Gêlda,
o Menino Jesus vem se alegrar.
A memória cultural
encontra repouso na Fundação Casa Grande,
Memorial do Homem – Kariri
de Alemberg Lima e Rosiane.
Nas mãos hábeis com o couro,
feita por Espedito Seleiro,
nela o Artesão encontra inspiração
para com suas pedras brincar, lapidar e a memória registrar.
Ao sul do Ceará, Nova Olinda está,
com a maior concentração de cretáceo do mundo,
calcário e gipsita são as pedras a se destacar.
Esse chão sertanejo tem muita história pra contar
é o “ tapete verde”, que Raimundo Gilvan Duarte vem falar,
no hino daquele lugar.
Nova Olinda, minha linda Nova Olinda,
são muitos os adjetivos pra te dar
mas de um quero falar:
“Pedras que Encantam o Mundo”
é a Nova Olinda do Ceará .

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por visitar meu Blog!!!