segunda-feira, 22 de maio de 2017

Sobre laços de Família


Talvez a vida seja isso,
Como pétalas, tão frágeis,
E, ao mesmo tempo, tão vivas.

Com cores vibrantes, às vezes,
Ainda que não entendamos
Os mistérios da vida.

É possível comparar
As raízes que se alimentam da seiva
E que mantém acessa.
E, como diriam alguns pesquisadores,
Nutrem também as árvores que cerceiam.

Não sei onde começa o mistério da vida,
Nem onde termina.
Mas, no encontro, no toque,
Tudo isso é magia.

Do olhar vazio,
Das palavras desencontradas,
A memória perdida,
Mas, ao mesmo tempo,
O alento do encontro, da chegada.

O acalento, o abraço, o afago,
Que substitui palavras,
As memórias perdidas.

Talvez de tudo isso mesmo o que conta,
Seja o instante, a Vida!

Lucélia Muniz
21 de maio de 2017

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por visitar meu Blog!!!